10 dicas para tornar sua equipe socialmente responsável


A responsabilidade social passou a fazer parte do contexto organizacional, mas, diga-se de passagem, que não é preciso que a empresa tenha um programa diferenciado para fazer com que seus colaboradores tenham consciência do papel de cada um na sociedade.

 No dia a dia, por exemplo, o líder pode estimular sua equipe a ser socialmente responsável. Abaixo, seguem algumas dicas simples, mas que podem ser aplicadas na rotina das atividades laborais.

1 - Nem toda organização possui um trabalho voluntário, mas isso não impossibilita que seus liderados abracem uma ação solidária e faça alguma atividade voluntária individual. Existem empresas que liberam, por exemplo, o funcionário duas horas por semana para que ele realize um trabalho em alguma instituição como agente voluntário. Para isso, pede-se que seja feita uma programação antecipada e que o colaborador apresente um "relatório", com os resultados do trabalho que ele tem desenvolvido.

2 - Se um membro da sua equipe realiza ações voluntárias, pergunte se ele pode "dividir" a experiência dele com os demais colegas. Talvez isso sirva de estímulo para que outras pessoas da sua equipe e até você mesmo, como gestor, mostre-se propenso a exercer alguma ação que venha beneficiar alguma instituição. Vale aqui um registro: nem toda ação voluntárias requer investimentos altos. Existem pessoas que leem para crianças que estão em hospitais ou se encontram em abrigos, ou ainda, dedicam parte do seu tempo a realizar dinâmicas com idosos que vivem em asilos.

3 - Caso sua equipe mostre interesse em realizar uma ação mais "complexa", verifique se próximo à empresa existem instituições que possam receber doações e faça campanhas para conseguir agasalhos, produtos de higiene pessoal ou, então, alimentos. Marque um dia específico em que todos possam ir ao local conhecer as pessoas que serão beneficiadas com os donativos.

4 - A mesma ideia citada acima pode ser compartilhada com outras lideranças, a fim de que a ideia se dissemine pela empresa. Se quiser ganhar mais força nesse trabalho, procure a área de Recursos Humanos para ver se existe a possibilidade de tornar sua iniciativa em uma ação mais ampla e que envolva outros setores da companhia. É notório que quem realiza trabalhos voluntários desenvolve competências comportamentais valorizadas pelo mercado como, por exemplo, espírito de equipe, comunicação interpessoal e proatividade.

5 - Para ser socialmente responsável é preciso ter uma visão mais ampla e isso também inclui em compartilhar com os membros da equipe, a consciência de que o meio-ambiente também precisa da ajuda de todos. Por isso, lembre sempre aos seus liderados que o uso consciente de determinados materiais é de grande valia. Lembre-os que antes de pedir a impressão de algum documento, pense que aquela celulose utilizada, um dia, foi uma árvore. O consumo consciente da água não se trata apenas de economia para a empresa, mas principalmente para a garantia de que as gerações futuras desfrutarão de água potável.

6 - Se a empresa estimula a reciclagem de lixo, sempre que possível lembre a equipe que para cada tipo de lixo produzido como, por exemplo, papel ou plástico, existe um coletor específico para que esses sejam acondicionados. E se alguém questionar: "De que adianta eu fazer minha parte, se os outros não fazem o mesmo?". Lembre que como ele, outras pessoas em vários lugares, inclusive na própria empresa, podem estar tendo a mesma consciência ambiental e que ações somadas ganham força e, por conseguinte, resultados positivos.


7 - Ao sair da sala ou do ambiente em que você está, apague as luzes, confira se os computadores estão desligados. Estimule e também dê o exemplo para que as pessoas que trabalham com você façam o uso consciente da energia. Um simples hábito sempre faz grande diferença.


8 - Quando você ler uma matéria ou mesmo tiver acesso a alguma pesquisa que aborde o tema Responsabilidade Social, aproveite a oportunidade de uma reunião e faça o comentário para seu time. Mantenha-os informados sobre o assunto e peça que eles façam o mesmo. Essas informações podem, inclusive, ficarem no quadro de avisos do seu departamento e quando outras chegarem, atualize o espaço de comunicação que é comum a todos os membros da equipe. Se a notícia for lida pela internet, encaminhe por e-mail para estimular a leitura sobre o tema.

9 - Na condição de liderança, esteja sempre disposto a aprender com sua equipe. Quando alguém apresentar uma ideia que traga benefícios para o time ou mesmo a empresa e que gere resultados socialmente responsáveis, reconheça o valor que aquela pessoa agregou não somente à organização, mas também à comunidade. Quem sabe você será um ponto de partida para a criação de um programa social?

10 - A responsabilidade social ficará restrita ao seu ambiente de trabalho. Se você tem essa visão, verá que o "pequeno" trabalho que você realiza impactará no comportamento dos liderados. E quando isso ocorrer, naturalmente eles levarão os bons hábitos que adquiriam com você, para além dos portões da empresa. Ou seja, as práticas que eles realizam no dia a dia de trabalho serão estendidas aos amigos e aos familiares. Imagine que o seu trabalho de cidadão não ficará em uma caixa preso, mas que ganhará espaço e resultados que nem mesmo você imagina ou saberá.

Por Patrícia Almeida para o RH.com.br



Mantenha-se informado. Receba as postagens grátis!: Clique aqui e assine.

Você gostou deste artigo? Compartilhe:
TwitterDeliciousFacebookDiggStumbleuponFavoritesMore

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | coupon codes