Revendo paradigmas financeiros - Prof. Elisson de Andrade

 Professor Elisson de Andrade
Conceituemos paradigmas como sendo modelos nos quais nos baseamos para tomar decisões financeiras. Explicando de outro modo, são nossas referências, que influenciam a forma como vemos tudo ao nosso redor. Vejamos alguns exemplos de como tais paradigmas são construídos ao longo da vida:
http://2.bp.blogspot.com/-7XEVnbZ1sr0/UCmiRpgd6HI/AAAAAAAAAZ8/sfaxW3zuqrU/s1600/Finan%C3%A7as-Empresariais-2.jpg

Família
Dentro de casa aprendemos diversas “regrinhas” as quais devemos nos pautar ao longo da vida: estude bastante para conseguir um bom emprego; faça tudo o que estiver ao seu alcance para fugir do aluguel e comprar sua casa própria; parcele ou nunca terá coisa alguma; e por aí vai.
Obs: não entrarei no mérito se os exemplos citados são bons ou ruins.

Religião
Muitas religiões pregam o desapego aos bens materiais, associando riqueza financeira a algo pecaminoso: “é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico ir para o reino dos céus”.

Ebooks do Professor Elisson de Andrade

Escola
Dentro do ambiente escolar somos bombardeados por paradigmas que nos seguem durante anos a fio. Quantas vezes não ouvimos que pessoas que não tiram boas notas nunca terão sucesso na vida adulta?

Ambiente de trabalho
Esse é um ambiente riquíssimo em moldar paradigmas alheios. Vestir a camisa da empresa, trabalhar duro para produzir cada vez mais, perceber que só é promovido quem é amigo do chefe, são alguns exemplos.

Sociedade
Pessoas que desafiam paradigmas sociais sofrem constantes represálias ou vivem à margem. Existem modelos: de beleza, de bom comportamento, de bom aluno etc. As decisões de consumo são muito afetadas por isso. Quem nunca ouviu a frase: “no aniversário de fulana TEM que dar uma lembrancinha, senão fica chato”?

Como é possível notar, muitos de nossos hábitos financeiros se expressam de maneira inconsciente, tendo sua origem em paradigmas muito arraigados em nosso interior e construídos ao longo de toda uma vida. Não é incomum uma pessoa endividada achar que tal situação é “normal”, ou que seus hábitos atuais não são os causadores de sua situação financeira difícil.
Mudar tais paradigmas não é nada fácil, mas possível. Na verdade, principalmente para aqueles que não conseguem poupar dinheiro ou estão devendo, chego a dizer que é IMPRESCINDÍVEL. Sem uma revisão das referências que servem de base para nossas tomadas de decisão, será uma corrida atrás do próprio rabo. Pensa-se positivo, passa-se alguns dias segurando as despesas, mas depois tudo foge do controle novamente. Há também aquelas pessoas que vivem de promessas, mas nunca conseguem cumprir o que prometeu a si.
Então, como mudar esses paradigmas? Esse é tema de um próximo artigo.
Forte abraço, e boa sorte em suas finanças e vida pessoal!
--> -->
Via, profelisson.com.br


Mantenha-se informado. Receba as postagens grátis!: Clique aqui e assine.

Você gostou deste artigo? Compartilhe:
TwitterDeliciousFacebookDiggStumbleuponFavoritesMore

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | coupon codes