Conhecendo os fundos de índice (ETF): Small Caps - SMAL11


Neste post iniciaremos uma série de matérias onde vamos conhecer melhor alguns fundos de índice e também alguns fundos imobiliários. O primeiro post tratará do ETF SMAL11.




Há algum tempo atrás, o blog trouxe um post sobre os ETF's, apresentando seu conceito, vantagens, desvantagens, dados sobre imposto de renda, dentre outras informações importantes sobre este produto financeiro. Se você não leu, não deixe de acessar "Como investir em fundos de índice (ETF's)", pois este post será a base para o entendimento dos fundos de índice de forma individual.
O ETF SMAL11, é um fundo que replica uma carteira teórica baseada em empresas de menor porte. Esta característica acaba trazendo algumas vantagens e desvantagens ao investidor.
Vantagens e desvantagens
A grande vantagem reside no fato que este ETF pode apresentar grande valorização, pois as empresas que compõem o índice possuem uma amplitude maior de crescimento, favorecendo por consequência uma maior valorização de suas ações (desde que os resultados das empresas sejam bons, é claro) quando comparamos com a valorização das blue chips. Uma outra vantagem é a diversificação (que é uma característica básica dos fundos de índice)  mas que neste ETF ganha uma importância ímpar, pois temos diversas empresas "pequenas" na composição do fundo e você não precisa apostar todas as suas fichas em uma só companhia.
A grande desvantagem é uma consequência do conceito base deste fundo de índice  pois a probabilidade de uma small cap (empresa de pequeno porte) falir é maior quando as comparamos com as blue chips. De qualquer maneira deve ficar claro que este risco existe para todas as empresas, mas que devido as características das small caps este potencial pode ser maior.
Rentabilidade

http://www.guiainvest.com.br/raiox/smal11.aspx (04/04/2013)

Como podemos observar no gráfico e em alguns estudos acadêmicos, os índices de small caps tendem (mas não há garantias disso) a superar a valorização do índice base do mercado, que no nosso caso é o IBOVESPA.
Composição do índice






Seu uso na prática
Para os investidores que não focam dividendos e buscam aumento de patrimônio, o ETF de small caps pode ser uma "boa pedida" para a diversificação do portfólio e/ou a formação de uma carteira baseada na alocação de ativos.  Em novembro de 2012, enquanto o IBOVESPA acumulava uma valorização de 1,34%, as small caps se valorizaram em 21%, considerando o mesmo período.
E você amigo leitor, já investe em ETF's? Em em Small Caps? Conte-nos sua experiência!
Créditos da imagem: freedigitalphotos.net, www.ricoporacaso.com


Mantenha-se informado. Receba as postagens grátis!: Clique aqui e assine.

Você gostou deste artigo? Compartilhe:
TwitterDeliciousFacebookDiggStumbleuponFavoritesMore

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | coupon codes